Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Perguntas frequentes

Acessos: 153

 

1. Como deveremos registrar nosso ponto?

R: O registro ocorrerá por Login e Senha no Sistema CRONUS, em totem (s) e/ou computadores que serão definidos pelas Unidades. A administração do Ponto será via SIGRH.

  • Poderá ser um totem em secretaria, ou totens em secretarias, ou máquina pessoal a ser definida.
  • Todas terão o IP registrado e poderá ser registrado apenas pela rede cabeada institucional.

2. Qual a frequência do registro?

R: Diário, com 4 registros para jornadas de 8h: entrada, saída para intervalo de refeição, volta do intervalo  para refeição, término da jornada.

3. Para os servidores que atuam em campo ou possuem agendas externas?

R: Todas as atividades em que o servidor estiver em exercício, poderão ser registradas/justificadas posteriormente pela chefia, não acarretando em falta.

4. E as faltas por motivo de saúde ou outras intercorrências?

R: As faltas justificadas previstas em lei poderão ser abonadas ou compensadas até o mês subsequente. As especificações de cada falta, conforme disposto em Lei, estarão dispostas em resolução própria.

    As ausências para consultas médicas, odontológicas e realização de exames, por exemplo, são  abonadas até o limite previsto em lei com a apresentação de atestado de comparecimento até o dia útil subsequente.

5. Mas se precisar faltar por outro motivo que não seja por saúde?

R: Informe a sua chefia para que ela fique ciente e homologue sua falta. As faltas justificadas homologadas pela chefia poderão ser compensadas até o mês subsequente da ocorrência.

    As faltas não homologadas pela chefia ou injustificadas não poderão ser compensadas e deverão ser lançadas como falta.

6. Qual será o horário de funcionamento da Unidade?

R: Cada Unidade definirá o horário de funcionamento.

7. E meu horário de trabalho, qual será?

R: O horário de trabalho e o intervalo para refeição de cada servidor será definido junto a chefia imediata, dentro do horário de trabalho da unidade, e registrado no sistema SIGRH.

7. E caso eu me atrase?

R: O sistema tem definido uma tolerância de 15 minutos a partir da jornada de trabalho diária do servidor. Poderá ser discutido em Resolução a sistemática de abono e compensação.

8. E se eu trabalhar além do meu horário?

R: Deverá ser acordado com a chefia e as horas excedentes deverão ser homologadas e haverá banco de horas, com limite diário de duas horas, mensal de quarenta horas e anual de cem horas.

     Em relação às horas extras, o rito será definido em processo a parte.

9.Quem não pode utilizar banco de horas?

R: As seguintes categorias não podem utillizar o banco de horas:

  • Servidor estudante;
  • Servidor portador com deficiência ou com dependente com deficiência;
  • Servidor com jornada de 6 horas (reduzida por atendimento ao público);
  • Servidor que acumule cargos e que a soma da jornada regular e do banco de horas ultrapasse 60 horas semanais;
  • Servidor técnico de radiologia;

10. E o horário de almoço? E eu que almoço na UFRA e quero retornar ao trabalho para sair um pouco mais cedo?

R: O horário de trabalho e o intervalo para refeição de cada servidor será definido pela sua chefia imediata, dentro do horário de trabalho da unidade, e registrado no sistema SIGRH.

    Vale ressaltar que o intervalo de refeição é de, no mínimo, 1h e no máximo de 3h, com início as 11h e término as 15h. Ou seja, a saída pra refeição deve ser registrado até as 14h.

11. Caso eu esqueça de registrar meu ponto, como proceder?

R: Qualquer ocorrência poderá ser registrada de forma retroativa, desde que autorizada pela chefia.

11. E quem fica dispensado?

R: Servidores ocupantes de função CD-3 e superior e docentes de magistério superior.

12. E por onde posso fazer o acompanhamento das atividades de implementação?

R: As atividades serão divulgadas através do:

  • Newsletter "PROGEP Informa";
  • Grupo de Whatsapp que será criado posteriormente;
  • Reuniões periódicas

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página